segunda-feira, 7 de março de 2011

Mosaico ao cubo

Em outubro de 2009, o artista Josh Chalom, 51, em Toronto, Canadá, entrou no Guinness Book of World Records com a representação de Leonardo da Vinci "A Última Ceia" de 5,2 x 2,6m inteiramente feita em cubos de Rubik de 3x3x3 (7,62 cm cada) para ser exato foi usado 4050 Cubos de Rubik 

Em 2 de outubro de 2010, Chalom, bateu novamente o record mundial com a obra "Mão de Deus" de Michelangelo da Capela Sistina, com 8,78 x 4,44 m, usando desta vez 12090 cubos. A obra estreou no Festival de Toronto Nuit Blanche. 

"As pessoas têm criado arte com cubos de Rubik, desde sua invenção nos anos 80, começando com a primeira criança que usou mais de dois cubos e fez um desenho. Eu só estou levando-o a um novo nível." - Josh Chalom.

Para alcançar o record mundial, Chalom enfrentou alguns desafios:

A aquisição de cubos chineses por 1 dolar cada;

Os cubos de Rubik oferecer apenas seis cores - branco, vermelho, azul, laranja, amarelo e verde - Chalom enfrentou difíceis escolhas artísticas também. "Você não poderia ter Adão parecendo que acabou de sair de um salão de bronzeamento ou Deus com olhar demoníaco", diz ele;

Outro obstáculos foi arrumar cubistas com tempos sub 30 segundos para montar os cubos. A obra foi realizada com ajuda de 8 cubistas de velocidade,  um gerente de projetos e um arquiteto gráfico.
Para atrair os cubistas ele fez a campanha: "Eu pago para você jogar", compareceram 168 cubistas de 9 a 49 anos.

A peça levou 400 horas (aproximadamente 17 dias) da prancheta a conclusão. 

A Última Ceia de Leonardo da Vinci
Chalom vendeu "A Última Ceia", seu projeto anterior, por $50.000,00 dolares para um colecionador privado.     

Chalom está atualmente em discussões com um número grande de organizações, que vão desde museus a casinos, para produzir uma reprodução integral do teto da Capela Sistina, de 156 metros de comprimento, usando mais de 250 mil cubos. No ritmo que ele está evoluindo, pode ser apenas uma questão de tempo até que o resto da Praça de São Pedro ser elevada ao cubo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário